Acupuntura

Acupuntura Localizada

A acupuntura é uma técnica milenar que consiste em tocar ou introduzir agulhas metálicas na pele, proporcionando a regulação das funções metabólicas, aumento da resistência corporal e prevenção de doenças.

Dentre os diversos efeitos da acupuntura destacam-se os efeitos analgésicos, relaxantes musculares e antiinflamatório. A punção em pontos de acupuntura proporcionam o relaxamento muscular e melhora da circulação sangüínea local.

A acupuntura libera neurotransmissores como a encefalina e serotonina, inibindo a passagem da dor. A diminuição da inflamação ocorre pela liberação de metabólitos celulares responsáveis pelo processo regenerativo.

A acupuntura localizada é um tratamento direcionado na região da dor; economizando seu tempo, dinheiro e obtendo efeitos imediatos. É indicado para o tratamento de dor lombar, ciática, nas costas, cervicalgia (dor no pescoço), hérnia de disco, tensão muscular entre outras.

O aumento destes efeitos pode ser obtido através da eletroacupuntura, aparelho que realiza estímulos nas agulhas. Pode ser associada ao shiatsu localizado para um tratamento complementar.

Na Medicina Ocidental, a acupuntura é descrita como um modo de acessar o sistema nervoso central através da estimulação neural periférica, promovendo um reajuste das funções cerebrais, neurais, hormonais, imunitárias e viscerais.

A acupuntura também é muito indicada para:

  • Diminuição da tensão física e mental
  • Dores de cabeça
  • Esgotamento físico e mental
  • Sensação de falta de energia
  • Dores musculares e posturais
  • Problemas digestivos
  • Estados emotivos
  • Insônia
  • Mal-estar físico ou psicológico sem causa definida e uma série de pequenos distúrbios.

Medicina Oriental e Acupuntura

A Medicina Oriental é baseada na existência do Qi (energia), que circula através dos meridianos que podem ser comparados a cabos que levam energia para todo o organismo. Os pontos são como uma central de energia que recebe e emite sinais.

As doenças surgem por alteração energética, um bloqueio nos meridianos, causado por fatores ambientais, emocionais, alimentação, entre outros. A acupuntura atua nos pontos acessando a rede de energia (Qi) proporcionando reequilíbrio e prevenindo doenças, agindo diretamente nestes bloqueios.

Os meridianos são divididos em 14 principais: doze estão associados aos órgãos e dois meridianos extras, funcionam como reservatório de energia. Os doze meridianos são pares e simétricos, ou seja, reproduzem-se dos dois lados do corpo e respondem pelo funcionamento dos chamados “doze órgãos primários”.

Os dois meridianos extras são ímpares, passando verticalmente pelo centro do corpo e tendo como principal função regular o fluxo energético dos outros doze meridianos.

Cada um dos catorze meridianos possui um número invariável de ponto o qual são trabalhados através das agulhas levando assim ao fortalecimento energético dos órgãos e vísceras, conseqüentemente agindo na prevenção de doenças abdominais.

O caminho para uma vida saudável, mente e corpo, depende do equilíbrio da energia, o aparecimento de algum bloqueio nos meridianos ou em alguma região pode promover a enfermidade dos órgãos internos do corpo.

Os 14 principais pontos meridianos são:

 

  • meridiano do pulmão
  • meridiano do intestino grosso
  • meridiano do estômago
  • meridiano da vesícula biliar
  • meridiano do coração
  • meridiano do intestino delgado
  • meridiano da bexiga
  • meridiano do rim
  • meridiano do constritor do coração
  • meridiano do triplo aquecedor
  • meridiano do baço pâncreas
  • meridiano do fígado
  • meridiano do vaso governador
  • meridiano do vaso concepção

Os nomes dos meridianos seguem a lógica que eles passam internamente pelos respectivos órgãos e vísceras e se superficializam no corpo. O que nos permite através do toque na pele, no trajeto do meridiano, uma conexão com os órgãos internos. Além de permitir o diagnóstico precoce, pois ao observarmos alguma irregularidade no trajeto do meridiano sugere alteração física e/ou de órgãos internos.